Notícias

Saiba mais sobre a importância da calibração preventiva das micropipetas

Elas são essenciais para as rotinas de laboratório

dos mais diversos segmentos dentre eles, análises clínicas, pesquisas científicas, ou controle de qualidade, estamos falando das micropipetas.

Infelizmente, em alguns casos, os usuários acabam não contando com um controle anual da calibração de suas micropipetas. Há empresas que optam com comprar micropipetas de baixa qualidade e trocá-las ano após ano, outras acabam escolhendo comprar uma de maior qualidade e se apoiar na calibragem do fabricante, que promete ser prolongada.

Fato é, que os que optam pela primeira opção cometem um erro grave acreditando que trocar a micropipeta anualmente é a solução dos problemas. Na verdade, a micropipetas de baixa qualidade dificilmente manterão a exatidão após seis meses, quem dirá um ano, devido a limitação de seus componentes.

Em contrapartida, as micropipetas de alta qualidade sendo utilizadas na esperança de que a calibragem dure o tempo que o fabricante promete, é um erro tão grave quando o anterior

Dentre alguns dos fatores que afetam a precisão da micropipeta podemos citar: intensidade de uso, qualidade dos componentes, número de usuários e grau de exposição a líquidos agressivos.
Independente da procedência, aconselhamos que todas as micropipetas usadas em rotina principalmente nos setores onde a exatidão é um fator crítico, sejam calibradas anualmente.

Fonte: LabNetwork